Busca Interna.

Pesquisas concluídas

Políticas e práticas de inclusão escolar no Instituto de Aplicação da UERJ: impactos sobre a cultura escolar

A presente pesquisa propôs analisar o processo de inclusão e escolarização de alunos com necessidades educacionais especiais em instituições de ensino consideradas “de excelência”, como o Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira da UERJ (CAp-UERJ).

A Educação Especial no contexto da Educação Inclusiva: diretrizes políticas e ações pedagógicas

A partir da análise de dados obtidos em pesquisas anteriores sobre o processo de implementação da Educação Inclusiva no Brasil, este estudo teve como objetivo aprofundar questões referentes às políticas públicas e o processo de efetivação desta proposta em diferentes redes públicas municipais de ensino do Estado do Rio de Janeiro, com foco na interação entre os serviços de suporte da Educação Especial e o Ensino Regular. Ênfase foi dada aos processos de escolarização de alunos com deficiência intelectual, uma vez que esse alunado constitui um dos maiores desafios para inclusão e aprendizagem no ensino regular. Foram utilizados como parâmetros de análise: a) o quadro de políticas públicas educacionais vigentes; b) a cultura escolar, presente, por exemplo, nas percepções dos gestores educacionais em nível central, bem como professores, diretores e coordenadores pedagógicos, sobre o desenvolvimento de alunos com deficiência intelectual incluídos em classes comuns do ensino regular; c) práticas pedagógicas no cotidiano escolar. Nessa última incluem-se a concepção de currículo e as suas adaptações, o projeto pedagógico da escola, bem como os processos de avaliação e encaminhamento dos alunos com necessidades educacionais especiais.


Financiamento:CNPq (bolsa de Produtividade em Pesquisa, auxilio Edital 2/2009, bolsa de Iniciação Científica, bolsa de Apoio Técnico),UERJ (bolsa de Iniciação Científica).


Educação Inclusiva na Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro: estudo etnográfico do cotidiano escolar (...)

Este projeto foi constituído por três estudos articulados. O Estudo I teve como objetivo analisar o panorama geral do processo de atendimento educacional oferecido aos alunos com necessidades especiais, bem como discutir o papel e as ações desenvolvidas pela Educação Especial no âmbito da política de Educação Inclusiva em vigor nesta rede.O Estudo II, de cunho etnográfico, focalizou a inclusão escolar de alunos com necessidades educacionais especiais no cotidiano de duas escolas públicas. O Estudo III objetivou, a partir dos dados obtidos por meio da etnografia, desenvolver junto aos professores das escolas participantes, com base na metodologia de pesquisa-ação, uma proposta de formação continuada voltada para a reflexão e o aprimoramento de práticas pedagógicas inclusivas.


Financiamento:CNPq (Bolsa de Produtividade em Pesquisa, bolsa de Apoio Técnico/nível superior, FAPERJ (Bolsa Prociencia, bolsa de Iniciação Científica e auxílio APQ1).

Plano educacional individualizado como estratégia para aprendizagem e inclusão escolar de alunos com DI

Este estudo dá continuidade à investigação sobre o processo de escolarização e inclusão escolar de alunos com deficiência intelectual em redes públicas do Estado do Rio de Janeiro.

Financiamento: FAPERJ (auxílio APQ1).


Educação Especial no contexto da Educação Inclusiva: uma análise do AEE no sistema público do Estado de RJ

Esta pesquisa visa investigar os impactos da política de Educação Inclusiva em diferentes sistemas públicos de ensino do Estado do Rio de Janeiro, com foco nos seguintes aspectos: financiamento e alocação de recursos; formação continuada de professores; oferecimento de atendimento educacional especializado; relação entre o professor do atendimento educacional especializado e o regente da classe regular. Objetiva também um panorama quantitativo e qualitativo da estrutura educacional para a escolarização de alunos com deficiência intelectual, bem como avaliar estratégias de aplicação do Plano Educacional Individualizado (PEI), como estratégia para favorecer o desenvolvimento, aprendizagem e inclusão deste alunado.

Financiamento: FAPERJ (PROCIÊNCIA, APQ1, bolsa de Iniciação Científica).

Parcerias

UERJ